Meios de Comunicação do Céu

Lição 1

227/12/2008 a 03/01/2009


É o Verbo Eterno que Se fez carne, o Deus Unigênito que está ao lado do Pai, que sempre e em todos os tempos, Se constituía e ainda Se constitui, o Pontífice e Sumo Pontífice ( Ponte ), através do abismo de separação entre o Céu e a terra, criado pelo pecado, e, o Espírito Santo Se tornou “o Cabeça – de – Ponte” entre Este Sumo Pontífice e os seres humanos operando através de processos vários para encaminhar pecadores a Esta Ponte estendida através Deste abismo e, entre estes processos está o Seu dom de Profecia que torna os profetas “bocas de Deus,” ou, em outras palavras: um profeta é a boca do Espírito Santo falando a humanidade a mensagem Deste Espírito, conduzindo-a ao Sumo Pontífice, ou, a Ponte sobre o abismo. Este Espírito criou vários meios de comunicação entre Ele, o Sumo Pontífice e a humanidade; em cada dom espiritual ( I Cor. 12:1-31 ), se encontra um meio de comunicação Deste Espírito, e, o dom de profecia tem se destacado na história eclesiástica, por se constituir o processo mais direto entre o homem e o Espírito Santo, neste processo o Espírito opera na mente do profeta inspirando-o a falar ou a escrever a mensagem divina na linguagem humana. É preciso ter sempre em mente, que não é a palavra dos profetas que é inspirada, o Espírito não inspira as palavras, mas sim, o profeta, as palavras são dos profetas e cada profeta tem o seu estilo próprio; As mensagens são divinas e infalíveis, as palavras são humanas e falíveis; é essencial que nunca esqueçamos este detalhe vital desta matéria.

Revelações : As revelações são: Profetas = dom de profecia, ou ainda, Espírito de Profecia; a natureza, ou o livro da natureza; a “sã” consciência, etc.

“A” Revelação : Jesus Cristo, o Deus Unigênito Feito Homem.

Verso para memorizar: É preciso não esquecer que o Deus que falou muitas vezes e de muitas maneiras pelos profetas, Mencionado neste verso, é o Mesmo Deus Filho deste mesmo verso; ver I Pd. 1:10-11 e I Cor. 10:1-4; a distinção existente neste texto não é referente a Pessoas divinas, mas a funções e circunstâncias da Pessoa divina do Deus Unigênito em Sua fase divina exclusivamente divina, na Sua pré-existência e, a Sua existência terrestre como Deus Homem após a encarnação; Ele é o Deus que nos falou como Deus antes de ser Filho do Homem, e, é o Deus que nos falou como Filho do Homem após a encarnação; o Deus Herdeiro deste verso é o Deus homem, como Homem Ele é Herdeiro, como Deus Ele é o Proprietária de todos os bens desta herança e, o Testador que nos incluiu em Seu testamento como herdeiros; dentro deste contexto Ele nunca foi Herdeiro, mas sim, o Testador e Proprietário Legítimo de todas as propriedades do Universo; no outro aspecto, sim, Ele foi Constituído como Herdeiro.

 

Parte de domingo. Pela natureza.

Perg. 01 – Este “ouviram a voz de Deus” deste verso é referente o pós-pecado, quando o primeiro casal estava “escondido” de Deus; note que eles, após o seus pecados, ainda, excepcionalmente, e temporariamente, tiveram contacto com a Divindade, quando foram despidos de suas precárias vestes de folhas e, revestidos de com os casacos de peles artesanalmente confeccionados por Esta Mesma Divindade em Pessoa; Quem era Esta Divindade? Faça a seguinte conjunção para identificá-La: Prv. 8:22-31;Cl. 1:15-17 e João 1:3. Precisamos entender que a Divindade é Toda Poderosa até mesmo para reprimir Sua Glória e Poder ( pelo menos temporariamente ), e até mesmo ao ponto de manter contacto físico com um pecador. Veja exemplo em, Gen. 32:22-30; Os. 12:2-5.

Perg. 01 – Nota da pergunta 01: A Bíblia diz que os santos anjos, são espíritos ministradores para servir os Filhos de Deus, ( Heb. 1:14 )e, também, que eles se tornaram meios de comunicação entre Deus e o homem, eles nunca foram humanos e, tão pouco se materializaram alguma vez para se comunicaram com os humanos, os olhos do homem é que eram processados para que não contemplassem as suas formas gloriosas e, viram estes anjos em formas várias como semelhanças humanas; este processo Deus pode, também, ter usado para Se manifestar, “Corporalmente,” para algumas pessoas, mas, Deus nunca Se tornou humano para manter contacto com o homem, a não ser na encarnação do Verbo Eterno. Quanto a formas, não devemos nos esquecer que Ele possui a nossa forma humana, pois Ele nos fez a Sua Imagem e semelhança.

Ob. O Pai Celeste não Se encontrava presente no monte Sinai? Ver. PP 351:1; quarta edição.

 

Parte de segunda feira. Pela natureza.

Perg. 02 – Após o pecado a natureza tem revelado a existência de Seu Criador, mas como que por um espelho enigmático impreciso, como eram os espelhos da antiguidade que não eram feitos como os nossos espelhos modernos. Comp.c/ I Cor. 13:1312; as deformações existentes nesta natureza, disse Jesus, foram feitas por um inimigo. Veja Mt. 13:28.

 

Parte de terça feira. Pelos profetas.

Perg. 03 – Foram vários os processos usados por Deus para Se comunicar com os Seus profetas; visões, sonhos, inspiração e ditado; as vezes as mensagens eram transmitidas a eles por anjos pessoalmente; as vezes Deus falava diretamente a eles mandando que escrevessem a mensagem; Moisés foi o ser humano que mais falou com Deus pessoalmente, ele não via a Glória de Deus ou Sua Face, mas via a semelhança Divina, com ele, Deus escolheu o processo pessoal de ditado, falando com ele Pessoalmente face a face. Num. 12:6-8. Precisamos ter em mente que, um profeta em visão não é um profeta dotado de infalibilidade, as suas palavras, também, não são infalíveis, mas sim, sujeitas a erros, a sua mensagem sim, é infalível e essencialmente perfeita e devemos recebê-la como tal, desde que façamos estas distinções; muitos não recebem a Bíblia como sendo de origem divina por não fazerem estas distinções; a celeuma entre o Clero Católico Romano e Galileu Galilei ( 1564-1642 ), foi causada por uma ignorância por parte da igreja, em não  fazer estas distinções entre a mensagem divina e infalível e as palavras humanas falíveis nas mensagens divina através dos Seus profetas no que diz respeito, por exemplo, ao caso Josué e o milagre da rotação do planeta terra que ficou estática por quase um dia inteiro, ( Jos. 10:12-14 ); houvesse a igreja feito estas distinções, teria entendido que a linguagem usada por Josué era falível porque era a linguagem usada naquela época, a sua mensagem dando testemunho do poder de Deus atuante em Sua obra e por Seus filhos, era uma mensagem infalível; se o Clero tivesse feito esta distinção, não teria sido necessário tanto vexame na história daquele físico italiano e tão pouco, teria sido necessário esta igreja ter pedido publicamente, perdão por seus erros a este físico.

Perg. 04 – O papel básico do profeta era ser a boca de Deus dando as Suas mensagens para a humanidade. Veja e comp.c/ Exd. 4:15-16.

 

Parte de quarta feira. Pela Palavra.

Perg. 05 – A Bíblia é como se fosse uma carta de amor da parte de Deus as Sua criaturas em seu conteúdo redentivo e de salvação eterna e, em seu conteúdo profético, encontramos as suas credenciais que a identifica com sendo de origem divina, ela contém um cabedal de milhares de anos na história secular, provando o cumprimento de suas profecias, ela é única, também, por suas expressões indicativas de sua origem com palavras tais como: Falou o Senhor; Assim diz o Senhor; o Senhor disse; estas são as palavras do Senhor; também não existe nenhum outro livro que contenha tantas promessas maravilhosas como ela tem e, nenhum outro livro que existam palavras tais como “Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei.” Mt. 11:28-30. Etc. Como disse alguém: Tirem a Bíblia deste planeta e o que nos resta ? Resposta : NADA, e, é bom lembrar aqui, que este livro maravilhoso foi nos transmitido através do  ministério profético.

 

Parte de quinta feira. Por Cristo.

Perg. 06 – A diferença é que Jesus Cristo, o Pai Celeste e o Espírito Santo, são os autores de todas as revelações divinas e, o Filho de Deus e Deus Unigênito feito Homem é a “expressa” Imagem de Deus, o que não se pode dizer de nenhum ser criado neste Universo. Heb. 1:2 e 3; Ele foi Deus conosco em Pessoa, quando morou aqui em nosso planeta por mais de 30 anos e à 2000 anos atrás; Ele é “a” Revelação e não apenas uma revelação e, foi Ele que disse que as Escrituras Sagradas testificam Dele. João 5:39.

Perg. 07 – O objetivo central é o conhecimento pessoal de Deus e, este conhecimento significa, segundo disse Jesus Cristo, vida eterna. Veja João 17:3. É de suma importância, portanto, que conheçamos profundamente a revelação de Deus na Bíblia Sagrada, particularmente e especialmente no que diz respeito a matéria Cristológica para que conhecendo-O, tenhamos a vida eterna. Amém!

É preciso não esquecer que o Próprio Cristo fez depender a Sua identificação como o Salvador do mundo e o Messias  prometido, das Escrituras dos profetas. Veja Lc. 24:27, 44;João 5:46-47. O Espírito de Profecia, portanto, é de capital e vital importância para a nossa salvação.

Que todos os meios de comunicação legitimamente divinos e procedentes do Céu, nos leve a Revelação Central de vida eterna na Pessoa de Jesus Cristo. Amém!


Por Gilson Nery B. Costa. Espírito Santo do Pinhal.

E-mail gilnery@uol.com.br Tel.19-3651-1987.

Estado de S. Paulo.Brasil.

Classe Universitários

www.oestadio.com/escola.shtml

El Profesor Gilson Nery, ha autorizado al Doctor Martínez a traducir y/o publicar sus comentarios semanales de la escuela sabática

 


 

[Acerca de Nosotros]  [Centro Internacional de la Escuela Sabática]  [Ministerios de Iglesia][Ministerio de la Salud] [Ministerio de la Palabra]  [Ministerio Profético] [ Ministerios Apologético] [Ministerios de Música]  [Ministerios Audio-Visual [Centro White MPM]  [Centro de investigación]  [Centro de Noticias MPM] [Historia IASD]  [Iglesias ASD en la Red]  [Escríbenos]  [Conozca a Marissa]  [Conozca al Dr. Martínez]  [Foto-Album  Familia Martínez [Home]

 

Usted es el Visitante FastCounter by LinkExchange