Provando os espíritos

Lição 3

010 a 117/01/2009
 


Coletânea de citações adequada para provar a origem espiritual de declarações, profecias, pregações, palavra escrita, vida pessoal, crenças, religiões e seitas, e outras manifestações relacionadas a assuntos de natureza espiritual.

INTRODUÇÃO

“Então, disse: Ouvi, agora, as minhas palavras; se entre vós há profeta, Eu, O Senhor em visão a ele, Me faço conhecer ou falo com ele em sonhos.” (Num. 12:6).

Dom profético nos últimos dias

“E acontecerá nos últimos dias, diz o Senhor, que derramarei do meu Espírito sobre toda a carne; e os vossos filhos e as vossas filhas profetizarão, os vossos mancebos terão visões, os vossos anciãos terão sonhos; e sobre os meus servos e sobre as minhas servas derramarei do meu Espírito naqueles dias, e eles profetizarão” (Atos 2:17 e 18)

Profecia é um dos dons dados à igreja.

“Por isso foi dito: Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro, e deu dons aos homens. E ele deu uns como apóstolos, e outros como profetas, e outros como evangelistas, e outros como pastores e mestres, tendo em vista o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé e do pleno conhecimento do Filho de Deus, ao estado de homem feito, à medida da estatura da plenitude de Cristo; para que não mais sejamos meninos, inconstantes, levados ao redor por todo vento de doutrina, pela fraudulência dos homens, pela astúcia tendente à maquinação do erro; antes, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo,” (Ef. 4:8, 11-15)

As duas características do povo do tempo do fim.

“E o dragão irou-se contra a mulher, e foi fazer guerra aos demais filhos dela, os que guardam os mandamentos de Deus, e mantêm o testemunho de Jesus.” (Apoc. 12:17).

Não devemos desprezar as profecias.

“não desprezeis as profecias,” (I Tess. 5:20)

 

1. FALSOS MESTRES

“Guardai-vos dos falsos profetas, que vêm a vós disfarçados em ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores.” (Mat. 7:15).

       “Igualmente hão de surgir muitos falsos profetas, e enganarão a muitos, ... porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão grandes sinais e prodígios; de modo que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. (Mat. 24:11 e 24).

       “Porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas, e farão sinais e prodígios para enganar, se possível, até os escolhidos.” (Marc. 13:22).

       “Pois os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos, disfarçando-se em apóstolos de Cristo.” (II Cor. 11:13).

       “Mas houve também entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá falsos mestres, os quais introduzirão encobertamente heresias destruidoras, negando até o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina destruição.” (II Ped. 2:1).

       “Amados, não creiais a todo espírito, mas provai se os espíritos vêm de Deus; porque muitos falsos profetas têm saído pelo mundo.” (I João 4:1).

       “Contudo, semelhantemente também estes falsos mestres, sonhando, contaminam a sua carne, rejeitam toda autoridade e blasfemam das dignidades.” (Jud. 1:8).

I João 4:1 – Não dar crédito a qualquer espírito, antes provar...

2. Provando os espíritos – os testes

2.1. À Lei e ao Testemunho

Is. 8:19, 20 – à Lei e ao testemunho...

       a) Qual é a Lei?

                   Que Lei: II Cor. 3:3 – os 10 Mandamentos (ver. I João 2:3 – 7; Tiago 2:10 – 11; Apoc. 12:17 2 14:12)

                   Êxo. 16:34 – maná diante do testemunho (ou seja, diante da Lei de DEUS)

                   Êxo. 25:16 – arca do testemunho, ou seja, a arca da Lei de DEUS

                   Êxo. 25:21-22 – porás o testemunho dentro da arca, ou seja, a Lei na arca

                   Êxo. 31:18; 32:15; 32:15 – as 2 tábuas do testemunho, = os Dez Mand.

                   Sal. 119:24, 31, 46, 59, 88, 119, 138, 144, 146, 157, 167, 168 e Sal. 93:5 – Teus testemunhos são meu prazer.

                   Há muitas passagens que tratam da arca do testemunho, tabernáculo do testemunho, do testemunho

       Pergunta-se: As pessoas, líderes, igreja ..., guardam a lei conforme o mandamento?

b) Qual é o Testemunho?

       b.1) A palavra de ‘DEUS’

                   João 5:39 – as escrituras = Bíblia

                   João 17:17 – a Tua Palavra é verdade = Bíblia

                   Apoc. 11:11-12 – as 2 Testemunhas  (Apoc. 11:7-12) – As duas testemunhas são o Velho e o Novo Testamento.

                   Apoc. 12:11 – venceram pela palavra do seu testemunho = Bíblia

                   Atos 10:43 – os profetas dão testemunho, ou seja, atestam ser verdade

I João 5:6-12 – O Espírito dá testemunho e os Três: ‘DEUS’, a palavra (‘JESUS’, é a palavra, pois Ele falou aqui entre os seres humanos, Ele é o verbo que se fez carne) e o Espírito Santo.

       Pergunta-se: As pessoas, líderes, igreja ..., crêem em toda a Bíblia?

       b.2) O Espírito de Profecia

                   Apoc. 20:4 – o testemunho de ‘JESUS’  e da Palavra de ‘DEUS’

                   Apoc. 12:17 – irou-se contra os que têm o testemunho de JESUS, ou seja, a Sua Palavra

                   Apoc. 19:10 – o testemunho de ‘JESUS’ é o Espírito de Profecia

O dom profético é o segundo mais importante: “E a uns pôs Deus na igreja, primeiramente, apóstolos, em segundo lugar, profetas, em terceiro, doutores, depois, milagres, depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas.” (I Cor. 12:28, ver também nos versos 7-10; 29 e 30 e Efés. 4:11)

Pergunta-se: As pessoas, líderes, igreja ..., tem o dom profético para esse tempo, e ele foi provado pelos testes bíblicos e passou em todos? Tem o dom da cura natural preventiva para uma vida saudável como a reforma da saúde que os adventistas tem e que foi concedido por DEUS pelo Espírito de Profecia? Observamos que DEUS hoje está preparando um povo saudável para estar apto a viver em lugar perfeito onde deverão observar leis de saúde, onde não vai haver cura porque não vai haver doença. Hoje, com as instruções que DEUS deu ao seu povo, o foco não é a cura, e sim, a saúde preventiva pela orientação divina, isto é, o objetivo é não ficar doente. Quando há necessidade de cura, se a pessoa ficar doente por razões fora de seu controle, DEUS tem operado entre o seu povo complementando a cura o que não está ao alcance do conhecimento humano, e isso é bem notório entre os adventistas, embora, não o utilizem para propaganda. Nesses casos, DEUS tem utilizado a medicina, e sempre que ela não foi suficiente, Ele tem operado por Seu poder, curando as pessoas. Por outro lado, DEUS não tem efetuado curas milagrosas quando as pessoas erram em assuntos nos quais já há conhecimento para uma vida saudável. Se o fizesse, Ele, estaria avalizando o pecado... O que Ele quer é que cuidemos preventivamente de nosso corpo pois é o templo do Espírito Santo.

Sobre isto, temos as seguintes palavras iluminadas: “"Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional." Rom. 12:1. Deus pede um sacrifício vivo, não um sacrifício morto ou agonizante. Quando compreendermos os reclamos divinos veremos que Ele pede que sejamos temperantes em tudo. O objetivo de nossa criação é glorificar a Deus em nosso corpo e espírito os quais Lhe pertencem. Como podemos fazer isso, quando condescendemos com o apetite em prejuízo das energias físicas e morais? Deus requer que apresentemos nosso corpo em sacrifício vivo. Assim sendo, o dever que se nos é imposto é conservar este corpo na melhor condição de saúde, para que possamos cumprir os Seus desígnios. "Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para a glória de Deus." I Cor. 10:31.” (Testimonies, vol. 2, pág. 65.)

b.3) O que significam os testemunhos:

  • Deut. 6:20 – são estatutos e preceitos do Senhor

  • II Reis 11:12 – deram o livro do testemunho ao Rei e o Coroaram

  • II Reis 23:3; II Cron. 34:31; Nem. 9:34 – Obedecer aos Testemunhos

  • Salmos 119 fala sobre guardar os testemunhos

2.2. Confessar ‘JESUS’

  • I Cor. 12:3 – confessar ‘JESUS’

  • I João 4:3 – confessar que ‘JESUS’ veio em carne

  •  João 3:16-20 – ninguém vem ao Pai senão por Mim

Pergunta-se: As pessoas, líderes, igreja ..., aceitam que JESUS sempre existiu, que é Criador, que nasceu de Maria gerado pelo Espírito Santo, que morreu por nós e ao terceiro dia ressuscitou, e hoje intercede por nós quando nos arrependemos, que voltará em breve conforme a Sua promessa, para nos levar ao Céu por mil anos, e depois retornaremos novamente para aqui, na Terra renovada por JESU viver para sempre em perfeita felicidade?

2.3. Por seus frutos os conhecereis – Mat. 7:16-20

“Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, depois, pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade e sem hipocrisia.” (Tiago 3:17)

“Mas o fruto do Espírito é: caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.” (Gálatas 5:22)

“Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade,...” (Colossenses 3:12)

“que a ninguém infamem, nem sejam contenciosos, mas modestos, mostrando toda mansidão para com todos os homens.   Porque também nós éramos, noutro tempo, insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias concupiscências e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos, odiando-nos uns aos outros.” (Tito 3:2 e 3)

“Pelo que, rejeitando toda imundícia e acúmulo de malícia, recebei com mansidão a palavra em vós enxertada, a qual pode salvar a vossa alma.” (Tiago 1:21)

“Quem dentre vós é sábio e inteligente? Mostre, pelo seu bom trato, as suas obras em mansidão de sabedoria.” (Tiago 3:13)

Pergunta-se: As pessoas, líderes, igreja ..., vivem de acordo com todos as recomendações acima, e outras também escritas na palavra de DEUS, sendo cidadãos honestos inclusive pagando seus impostos (dando a César o que é de César), dignos de confiança, que cuidam de sua saúde, são bons pais e mães, filhos e filhas, obedientes às leis dos homens sempre que não se antepõe a Lei de DEUS, e obedientes às leis de DEUS (exceto a lei cerimonial, que já foi abolida)?

Pergunta-se ainda, se são evitados os frutos da carne: “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia,  idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,”(Gal. 5:19-20, ver mais em Mat. 15:18; Marc. 7:20-23; Rom. 1:29-31; II Tim. 3:1-5))

2.4. Coerência com os princípios - Deut. 18:22

Por exemplo, (a) coerência com os Mandamentos de DEUS, os princípios máximos na Bíblia; (b) coerência com a temperança, o cuidado com o corpo que é o templo do Espírito Santo, fazendo a reforma da saúde. Presentemente, os milagres de cura por parte de DEUS só serão feitos para os casos em que não há orientação para uma vida saudável e em que a pessoa não pode ser responsabilizada pelo mal que lhe acometeu. As igrejas que pregam ter o dom da cura, porém, não orientam seus membros para uma vida saudável, na realidade estão tentando o Senhor DEUS, pois O desafiam a que lhes cure sendo que continuam a descuidar o templo do Espírito Santo.  Pergunta-se: As pessoas, líderes, igreja ..., seguem e ensinam os princípios bíblicos para a vida diária de seus membros?

2.5. Promove a obediência à vontade de ‘DEUS’ – Deut. 13:1-4

“Não sabeis vós que a quem vos apresentardes por servos para lhe obedecer, sois servos daquele a quem obedeceis, ou do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça?” (Romanos 6:16)

“...destruindo os conselhos e toda altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo entendimento à obediência de Cristo,” (2 Coríntios 10:5)

“Purificando a vossa alma na obediência à verdade, para caridade fraternal, não fingida, amai-vos ardentemente uns aos outros, com um coração puro;” (1 Pedro 1:22)

“Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu poder.    E estas palavras que hoje te ordeno estarão no teu coração;    e as intimarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te, e levantando-te.” (Deut. 6:5 – 7)

Pergunta-se: As pessoas, líderes, igreja ..., ensina a obediência à vontade de DEUS que se encontra escrita em toda a extensão de Sua palavra, (pois toda ela foi inspirada por Ele)? Estudam a Bíblia diariamente para conhecer a vontade de DEUS e assim poder obedecê-la?

2.6. Suas profecias, quando não condicionais, sempre se cumprem – Jer. 28:9

       Pergunta-se: Quais as igrejas existentes ao redor deste planeta que tem profeta cujas profecias todas se cumpriram? A profetiza Ellen White, da Igreja Adventista, que tem passado em todos os testes de legitimidade da Bíblia, inclusive na forma de como receber visões, sendo isto testemunhado por muitas pessoas, até o presente momento o que profetizou se cumpriu!

2.7. Enfatizam ‘JESUS CRISTO’ – I João 4:1-3

Pergunta-se: As pessoas, líderes, igreja ..., enfatizam em JESUS ou tem em Maria, ou noutra pessoa (como o papa) ou guru religioso, como seres mais importantes que O Salvador, colocando intermediários entre o homem e DEUS. (Só JESUS) é o nosso intermediário.)

2.8. Praticam um culto racional, não emocional – Romanos 12:1

“Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis o vosso corpo em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” (Rom. 12:1)

“Assim, também vós, como desejais dons espirituais, procurai sobejar neles, para a edificação da igreja.   Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação.    Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos.    Mas faça-se tudo decentemente e com ordem.”   (I Cor. 14:12, 26, 33, 40)

Pergunta-se: O culto que se realiza é para exercer domínio sobre as pessoas através das emoções, dos movimentos e do corpo ou é um culto racional, onde se ensina e se aprende sobre a vontade de DEUS estudando a Sua Palavra?

2.9. Indissolubilidade do testemunho – Jer. 44:25; Lam. 2:9; Ezeq. 7:26 e Mat. 5:17

2.10. Modo de recebimento de sonhos e visões: Sobre EGW

“Seu Estado Durante as Visões

Especialmente durante os primeiros anos de sua obra, as visões da Sra. White eram freqüentemente concedidas na presença de muitas testemunhas. Durante essas manifestações ela ficava inteiramente inconsciente de tudo quanto a rodeava na Terra. Contudo, freqüentemente andava e fazia graciosos gestos enquanto descrevia as cenas que testemunhava. Sua força em tais ocasiões era fenomenal. Homens fortes esforçavam-se por mover sua mão ou braço da posição em que os mantinha, mas não o conseguiam. Uma ocasião, em casa do Sr. Curtis, em Topsham, Maine, em 1845, ela tomou de sobre a cômoda uma grande Bíblia de uso da família, que pesava cerca de oito quilos, e, segurando-a com o braço esquerdo estendido, em posição mais alta que a cabeça, virava as páginas com a mão direita. E então com os olhos voltados para cima em direção diversa da do livro, lia corretamente muitas passagens das Escrituras, apontando os versículos com o indicador da mão direita. Com sua força normal ela teria dificuldade mesmo para levantar aquele pesado volume; enquanto, porém, de modo sobrenatural fortalecida em visão, susteve-o erguido, com o braço estendido, durante mais de meia hora.

Relatando suas visões, a Sra. White freqüentemente falava de alguém que a instruía, a quem chamava "meu anjo assistente", "meu instrutor" ou "meu guia". Por meio dessas expressões referia-se a um anjo resplendente, glorioso, que invariavelmente agia como seu guia e instrutor.

Posto que a Sra. White muitas vezes falasse quando em visão, todavia nenhum fôlego lhe saía dos lábios. Em 26 de junho de 1854, em Rochester, Nova Iorque, estando ela em visão, dois médicos se esforçaram por mostrar que devia haver alento em seus pulmões. Entre outras provas, foi posta uma vela acesa tão perto de seus lábios quanto possível sem os queimar; entretanto não houve nenhuma agitação na chama, embora naquela ocasião ela estivesse falando com força. A primeira indicação de que voltava da visão era uma inspiração profunda. Talvez se passassem vários segundos antes que tomasse o segundo fôlego. Então, depois de mais algumas inspirações profundas, voltava a respirar normalmente.

Essas condições físicas são análogas às do profeta Daniel, quando em visão, conforme ele as registra no décimo capítulo de sua profecia. Ele se refere a uma perda de força, e ao aparecimento de um anjo que lhe comunicava força sobrenatural. "Quanto a mim", declara ele, "desde agora não resta força em mim, e não ficou em mim fôlego. E uma como semelhança de um homem me tocou outra vez, e me confortou." Dan. 10:17 e 18.

Uma Testemunha Ocular

O Pastor Urias Smith, que durante sua vida privou com a Sra. White, e seu esposo, deu o seguinte testemunho atinente ao dom especial que ela possuía:

"Todas as provas a que se podem submeter essas manifestações demonstram serem elas genuínas. As comprovações, tanto internas como externas, são conclusivas. Estão de acordo com a Palavra de Deus e consigo mesmas. Manifestam-se quando o Espírito de Deus está presente de maneira especial, a não ser que as pessoas mais aptas para julgar estejam invariavelmente enganadas. Tranqüilas, nobres e impressionantes, impõem-se elas a todos os que as contemplam como efetivamente o contrário daquilo que é falso e fanático.

Seu fruto é de molde a mostrar que a fonte de que elas procedem é contrária ao mal.

"1. Seu objetivo é da mais pura moralidade. Condenam todo vício e exortam à prática de toda virtude. Indicam os perigos pelos quais devemos passar para irmos ao reino. Revelam os ardis de Satanás. Previnem-nos contra suas ciladas. Têm surpreendido ainda em estado embrionário planos após planos de fanatismo, que o inimigo tem procurado incutir em nosso meio. Desmascararam hedionda iniqüidade, revelaram faltas ocultas, e descobriram os maus intuitos dos hipócritas. Elas nos têm movido e induzido a maior consagração a Deus, a mais zelosos esforços pela santidade de coração, e a maior diligência na causa e serviço de nosso Mestre.

"2. Conduzem-nos a Cristo. Como a Bíblia, apresentam-nO como a única esperança e único Salvador da humanidade. Descrevem-nos em vívidos caracteres, Sua vida santa e exemplo piedoso, e com apelos irresistíveis nos exortam a seguir Seus passos.

"3. Conduzem-nos à Bíblia. Apresentam aquele livro como a Palavra de Deus, inspirada e inalterada. Exortam-nos a tomar aquela Palavra como nossa conselheira, e como norma de fé e prática. E, com força impelente, solicitam-nos que estudemos suas páginas, detida e diligentemente, e nos familiarizemos com seus ensinos, pois ela deve julgar-nos no último dia.

"4. Têm confortado e consolado muitos corações. Têm fortalecido o débil, animado o fraco, reerguido o desanimado. Da confusão têm trazido a ordem, tornando direitos os lugares tortos, e lançando luz sobre o que era negro e obscuro. Pessoa alguma, que esteja isenta de preconceitos, poderá ler seus comoventes apelos para uma moralidade pura e elevada, sua exaltação de Deus e do Salvador, sua denúncia de todo mal e suas exortações a tudo que é santo e de boa fama; sem ser compelida a dizer: 'Estas palavras não são de endemoninhado.'" (Vida e ensinos, p. 250 a 255, no CD)

3. Sobre as profecias bíblicas

Profecia é a capacidade de falar com autoridade de parte de Deus, ou em seu nome, já que serve para predizer acontecimentos futuros ou declarar a sua vontade para o presente (ver Êxodo 3:10, 14 e 15; Deut. 18:15 e 18; II Sam. 23:2; Mateus 11:9 e 10; II S. Pedro 1:21). A profecia é o meio escolhido por Deus para comunicar-se com o homem (ver Núm. 12:6; Amós 3:7). A Bíblia chegou aos homens por este dom (ver II Tim. 3:16; II S. Pedro 1:20 e 21). As escrituras testificam de Jesus, e o dom de profecia é apropriadamente chamado “o testemunho de Jesus” (Apoc. 19:10; João 5:39; Apoc. 12:17). O dom de profecia manifesta-se por meio de visões, sonhos ou inspiração especial que chega à mente (ver Núm. 12:6; Apoc. 1:1-3); e então o instrumento humano converte-se no porta-voz de Deus (ver II Sam. 23:2; Mateus 3:3; II S. Pedro 1:21). Deus tem o propósito de que este importante dom do Espírito estivesse com Sua igreja até o fim dos tempos (ver Joel 2:28 e 29; Apoc. 12:17; 19:10). Na realidade, deve ser o sinal para identificar a verdadeira igreja de Deus nos últimos dias (Apoc. 12:17; 19:10). Isto é muito razoável, porque Deus sempre tem usado este meio para revelar-se e transmitir suas mensagens ao mundo desde a queda de Adão.

Sobre a profecia em geral, registram-se os seguintes versículos:

  1.        É predição sobre acontecimentos futuros: Gênesis 49:1; Números 24:14; Dan 2:45

  2.        Deus é seu autor: Isaias 44:7; 45:21;

  3.        Deus as dá, por meio de Cristo: Apocalipse 1:1;

  4.        Um dom de Cristo: Efésios 4:11; Apocalipse 11:3;

  5.        Um dom do Espírito Santo: I Cor. 12:10;

  6.        Não vem por vontade de homem: II Pedro 1:21;

  7.        Dadas desde o princípio: Lucas 1:70;

  8.        É uma palavra certa: II Pedro 1:19;

  9.        Deus cumpre-a: Isaías 44:26; Atos 3:18;

  10.        Cristo, seu grande tema: Atos 3:22-24; 10:43; I Pedro 1:10-11

  11.        Cumpridas em Cristo: Lucas 24:44;

  12.        Seu dom prometido: Joel 2:28; Atos 2:16 e 17;

  13.        Para o benefício de outras gerações: I Pedro 1:12;

  14.        Uma luz em lugar escuro: I Pedro 1:19;

  15.        Não vem de particular elucidação: II Pedro 1:20;

  16.        Não a desprezemos: I Tessalonicenses 5:20;

  17.        Demos-lhe ouvidos: II Pedro 1:19;

  18.        Recebamo-lha com fé: II Coríntios 20:20; Lucas 24:25;

  19.        Bênção de lê-la, ouví-la e observa-la: Apoc. 1:3; 22:7;

  20.        Culpa de pretender possuir o dom de profecia: Jeremias 14:14; 23:13 e 14; Ezequiel 13:2 e 3.

Serão castigados os que:

  •  Não lhe derem ouvidos: Neemias 9:30

  •  Adicionarem ou subtraírem algo: Apoc. 22:18 e 19;

  •  Fingir possuir seu dom: Deut. 18:20; Jeremias 14:15 e 23:15;

  •  Fingir estar convertidos: Números 24:2-9; I Sam. 19:20-23; Mateus 7:22; João 11:49-51; I Cor. 13:2;

Como deve ser teste mínimo de qualquer espírito ou mensagem: Deut. 13:1-3; 18:22.


Declaração do professor Sikberto R. Marks

O Prof. Sikberto Renaldo Marks orienta-se pelos princípios denominacionais da Igreja Adventista do Sétimo Dia e suas instituições oficiais, crê na condução por parte de CRISTO como o comandante superior da igreja e de Seus servos aqui na Terra. Discorda de todas as publicações, pela internet ou por outros meios, que denigrem a imagem da igreja da Bíblia e em nada contribuem para que pessoas sejam estimuladas ao caminho da salvação. O professor ratifica a sua fé na integralidade da Bíblia como a Palavra de DEUS, e no Espírito de Profecia como um conjunto de orientações seguras à compreensão da vontade de DEUS apresentada por elas. E aceita também a superioridade da Bíblia como a verdade de DEUS e texto acima de todos os demais escritos sobre assuntos religiosos.

http://www.cristovoltara.com.br/

marks@unijui.tche.br

 

El Profesor Sikberto Renaldo Marks, ha autorizado al Doctor Martínez a traducir y/o publicar sus comentarios semanales de la escuela sabática

 


 

[Acerca de Nosotros]  [Centro Internacional de la Escuela Sabática]  [Ministerios de Iglesia][Ministerio de la Salud] [Ministerio de la Palabra]  [Ministerio Profético] [ Ministerios Apologético] [Ministerios de Música]  [Ministerios Audio-Visual [Centro White MPM]  [Centro de investigación]  [Centro de Noticias MPM] [Historia IASD]  [Iglesias ASD en la Red]  [Escríbenos]  [Conozca a Marissa]  [Conozca al Dr. Martínez]  [Foto-Album  Familia Martínez [Home]